Um dos temas em maior evidência durante o período em que o hoje deputado Carlos Búrigo esteve à frente quando ocupou o cargo de secretário de Planejamento do Estado, no governo de José Ivo Sartori, foi a elaboração de projetos e de ações necessárias para o Rio Grande do Sul aderir ao Regime de Recuperação Fiscal, reequilibrar suas contas e voltar a investir nas áreas essenciais. A matéria foi aprovada na Assembleia no ano passado, e ainda aguarda conclusão das tratativas com a União para que o acordo seja assinado.

Na noite desta segunda-feira, 11, em reunião na Assembleia Legislativa, a Comissão de Finanças, Planejamento, Fiscalização e Controle recebeu o secretário da Fazenda, Marco Aurélio Cardoso, e o adjunto do Planejamento, Barão de Melo Silva, para atualização sobre o andamento do processo de adesão do estado ao Regime de Recuperação Fiscal.

“No Parlamento, desempenho o papel, junto com a Bancada do MDB, de acompanhar de perto as negociações dos novos governos, tanto estadual como federal. É nosso dever enquanto parlamentares monitorar cada passo deste processo, que tem como objetivo colocar a despesa dentro da receita”, resumiu Búrigo ao final do encontro.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *