Para exercer um papel de destaque é preciso querer ocupar tal espaço. Querer ser referência, sem medo do protagonismo. Caxias do Sul sempre liderou a região e ajudou a torná-la um dos principais pólos metal-mecânicos do país, e líder no setor da uva e do vinho. Enquanto os empreendedores buscavam o pioneirismo de implantar aqui o que somente podia ser visto em grandes centros, milhares de trabalhadores entregavam seu suor para o sustento da família, ajudando a constituir nossa identidade empreendedora. Engrenagem que nunca parou, responsável pela prosperidade que nos orgulha.

No campo político, independente do partido, os prefeitos que se sucederam mantiveram o cenário. A Serra precisava de Caxias, do seu protagonismo. No embalo da maior economia da vizinhança, colhia os frutos de uma pujança baseada no que começava aqui. Entre 2005 e 2014, período em que pude contribuir como secretário municipal, projetamos e concluímos importantes obras e ações que prepararam a cidade para o futuro em diversas áreas. Abastecimento de água, tratamento de esgoto, destinação do lixo, infraestrutura urbana e rural, habitação, cultura, turismo. Caxias é gigante. Precisávamos pensar da mesma forma.

O que me assusta é a triste realidade de estarmos perdendo a posição de referência, em razão de escolhas pessoais de quem deveria comandar o município como sempre vimos. É verdade que o Brasil vive uma forte crise econômica, que contribui para muitos cenários negativos, mas é justamente nesse momento que os atores principais aparecem, para conduzir grandes projetos, agregando a todos, especialmente quando há sinais iniciais de recuperação na região.

Em Caxias, na contramão, o responsável se omite. Rejeita o papel de liderar uma agenda de desenvolvimento. Não dialoga, não ouve, não participa. Uma administração de costas para as entidades, tanto empresariais, quanto comunitárias. Em termos regionais, a mesma situação. Uma administração que ergue muros ao invés de construir pontes.

É hora de acordar. Nós amamos o lugar onde vivemos, e precisamos da nossa união para recolocar Caxias no seu papel histórico, como condutora do desenvolvimento e protagonista da região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *